Dia de feira!

Aqui perto de casa quinta-feira é dia de feira de rua, e isso significa peixe fresquinho. Ou o máximo de frescor que a gente pode conseguir 😛

Essa semana eu resolvi variar um pouco e comprar algumas postas e um pouco de camarão, no lugar do rotineiro peixe inteiro pra fazer no forno.

Além disso, estava com uma berinjela na geladeira há uma semana e com vontade de comer lentilha já há alguns dias, então entrei no Panelinha e em alguns minutos saí de lá com três receitas pra testar. E o almoço acabou sendo até chique: entrada, prato principal e duas saladas – uma quente e uma fria 😉

A receita da entrada eu tinha visto há alguns dias e já pensando na berinjela que tinha na geladeira, comprei um pimentão vermelho bem vistoso na feira de rua.

O prato principal foi a nossa dose substancial de proteína, com postas de Dourado preparadas de um jeito tão fácil que eu nem acreditei quando li a receita (e acreditei muito menos que ficaria gostoso, mas confiei e fui em frente).

Teve também uma salada quente (morna?) com lentilha, que teve que ser adaptada por falta de um ingrediente e uma salada fria simples, só com folhas e o camarão temperado de um jeito diferente, também adaptado por falta de ingredientes 😛

As receitas são essas aqui embaixo, copiadas do site do Panelinha e com as adaptações em parênteses:

BERINJELA EM RODELAS COM PASTA DE PIMENTÃO

Ingredientes

1 berinjela cortada em rodelas

1 pimentão vermelho sem pele e sem sementes picado

1 xícara (chá) de hortelã picada (Foi muito, muito, muito! Algumas folhinhas bastam!)

1/2 cebola picada

1 dente de alho picado

4 colheres (sopa) de azeite

1 colher (sopa) de óleo de canola

sal e pimenta-do-reino a gosto

Modo de Preparo

1. Separe todos os ingredientes pedidos na receita. Pré-aqueça o forno a 180°C (temperatura média).

2. Pincele o pimentão com óleo, coloque numa assadeira e leve ao forno por 20 minutos. Retire do forno e transfira-o para dentro de um saco plástico. Quando o pimentão ficar morno, retire-o do saco plástico e remova a pele, que sairá facilmente (não saiu tão facilmente não =/).

3. Em seguida, apoie o pimentão numa tábua, corte-o ao meio e retire as sementes e o miolo. Corte cada metade do pimentão em tirinhas e, depois, em cubos pequenos.

4. Coloque 2 colheres (sopa) de azeite numa panela e leve ao fogo médio para aquecer. Em seguida, junte a cebola, o alho e refogue por 3 minutos, mexendo sempre. Acrescente o pimentão e refogue por mais 3 minutos, sem parar de mexer. Tempere com sal e pimenta-do-reino. Retire do fogo e reserve.

5. Descarte as pontas da berinjela e corte-a em quatro rodelas (cortei em cinco). Coloque o restante do azeite numa frigideira antiaderente e leve ao fogo para aquecer. Quando estiver bem quente, doure as rodelas de berinjela por 3 minutos de cada lado. Tempere com sal e pimenta-do-reino. Retire do fogo e transfira as rodelas para um prato.

6. Aqueça bem a pasta de pimentão. Em seguida, coloque 1 colher (sopa) bem cheia da pasta sobre cada rodela de berinjela grelhada. Polvilhe com a hortelã picada e sirva imediatamente.

PESCE DEL GIORNO IN ACQUA PAZZA- PEIXE DO DIA COZIDO EM ÁGUA AROMATIZADA

Ingredientes

150 g de robalo em medalhão ou em tiras (Usei uma posta de Dourado pra cada um)

3 tomates-cereja (Usei tomate normal picado grosseiramente, mas certamente ficaria mais bonitinho no prato se fosse o cereja)

5 colheres (sopa) de azeite

1/2 colher (chá) de pimenta-dedo-de-moça cortada em rodelinhas

1 1/2 colher (sopa) de salsinha picada (Eu usei coentro, ainda não sei bem a diferença..)

1 1/2 colher (sopa) de manjericão picado

sal e pimenta-branca a gosto

1 1/2 xícara (chá) de água

Modo de Preparo

1. Com uma faca, corte um X na base de cada tomatinho e esprema para extrair o excesso de sementes.

2. Numa panela, junte a água, 3 colheres (sopa) de azeite, a pimenta em rodelas, 1 colher (sopa) de salsinha, os tomates e 1/2 colher (chá) de sal. Tampe e leve ao fogo médio.

3. Tempere o peixe com uma pitada de sal e de pimenta-branca. Quando o líquido começar a ferver, junte o peixe, tampe a panela e deixe cozinhar por 4 minutos.

4. Acrescente o manjericão e deixe cozinhar por mais 1 minuto. Desligue o fogo.

5. No centro de um prato fundo, disponha o peixe e regue com 1 xícara (chá) do líquido da panela. Salpique com 1/2 colher (sopa) de salsinha e regue com o restante do azeite. Sirva quente com torradas finas de pão italiano ou do pão que você preferir (Não usei nenhum pão, o acompanhamento foram as saladas – que na verdade comemos depois de acabar o peixe).

SALADA DE LENTILHA COM QUEIJO FETA E CEBOLA FRITA

PARA O MOLHO

Ingredientes

1/2 xícara (chá) de óleo de canola

1/4 xícara (chá) de vinagre de vinho branco

2 colheres (chá) de açúcar

1/2 colher (chá) de cominho

1/2 colher (sopa) de sal

Modo de Preparo

Numa tigela, misture todos os ingredientes.

PARA A SALADA

Ingredientes

200 g de lentilha (Não sei quanto seria 200 g, então usei 1 xícara de chá – padrão, 240 ml)

1 cebola grande

1 xícara (chá) de óleo de canola

100 g de queijo feta (Não tinha, cortei alguns quadrados de ricota)

Modo de Preparo

1. Descasque e corte a cebola em rodelas finas.

2. Numa frigideira, coloque o óleo e leve ao fogo médio. Quando esquentar, coloque algumas rodelas de cebola. Quando as rodelas estiverem bem douradas, um pouco antes de tostadas, retire-as com uma escumadeira e transfira para um prato coberto com papel-toalha. Repita o procedimento com todas as rodelas.

3. Enquanto isso, numa panela, coloque as lentilhas e cubra com bastante água. Leve ao fogo médio e deixe cozinhar por 15 minutos ou até que os grãos estejam al dente, ou seja, cozidos, mas ainda durinhos (No meu fogão, que não é lá essas coisas, levou um pouco mais de 20 min).

4. Numa tábua, apóie o queijo feta e corte em cubos pequenos.

5. Escorra bem a água e, com as lentilhas ainda quentes, regue com o molho preparado.

6. Numa tigela grande, misture delicadamente a metade da cebola, os cubos de queijo feta e as lentilhas. Decore com as rodelas de cebola restantes.

CAMARÃO NO ESPETO À MODA CAJUN

Ingredientes

12 camarões grandes limpos (Usei 300 g de camarão médio)

1 colher (sopa) de azeite

1 dente de alho picado

1/4 colher (chá) de cominho em pó

1/2 colher (chá) de orégano

1/2 colher (chá) de páprica picante

1/2 colher (chá) de tomilho seco (Não tinha, simplesmente não coloquei)

1 pitada de pimenta-de-caiena (Troquei pela pimenta-branca)

1 pitada de pimenta-do-reino

sal a gosto

4 espetos de madeira (Não usei, servi o camarão numa caminha de folhas de alface)

Modo de Preparo

1. Coloque os camarões em uma tigela. Adicione os outros ingredientes e misture bem. Cubra com filme, leve à geladeira e deixe por 1 hora.

2. Retire da geladeira e coloque 3 camarões em cada espeto.

3. Leve uma frigideira antiaderente ao fogo alto. Quando aquecer, frite os espetinhos de camarão por cerca de 1 minuto de cada lado (como fiz sem espetinhos, coloquei metade da porção, esperei um minuto e virei cada um, depois repeti com a outra metade).

4. Retire os espetinhos da frigideira e sirva a seguir.

XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

Bom, agora as avaliações. E eu TENHO que começar pelo peixe! Gente, como assim um peixe que fica pronto em menos 10 minutos (inclusive não precisa temperar antes), fica delicioso e ainda fica com cara de prato de chef??? Pois esse é assim! Eu tô acostumada a preparar o peixe começando pela etapa de preparar a marinada, pelo menos meia hora antes de começar a cozinhar mesmo – tanto pra peixe de forno como de molho. Depois disso, pelo menos mais 40 minutos no forno ou preparando no molho, deixando cozinhar e tals. Quando o peixe ficou pronto antes de todos os outros pratos e inclusive o pré-preparo foi super rápido, eu fiquei bem desconfiada em relação ao sabor que ele teria, se realmente estava bem cozido e tal. Mas quando eu servi nos pratos, ficou lindo! E quando experimentamos, delicioso, super suave e com um leve picante. Super recomendado! E ainda faz uma frente em um jantar especial, sem precisar ser feito horas antes e/ou deixar você com cheiro de peixe o resto do dia!

Agora, voltando do começo, a entrada. Essa entrada, como vocês já devem ter percebido, tem uma parte bem chatinha: tirar a pele do pimentão =/ Esse tempo enorme no forno (precisa ter alguma outra coisa fazendo na hora, senão é um super desperdício), depois esperar esfriar e ainda não é tão fácil de sair mesmo depois dessas duas etapas fazem você pensar… Bom, como eu disse não foi tão fácil tirar a pele, mesmo depois de forno e etc., então no meu sobraram alguns pedacinhos hehehehe E devo dizer que ficou muito bom mesmo assim! Acho que se você tirar a pele com mais cuidado, a pastinha fica mais cremosinha (a minha ficou com pedacinhos) e também dizem que melhora a digestão (pra grande maioria das pessoas que tem problemas com o pimentão de qualquer cor, a causa está na pele e não no pimentão propriamente dito). Enfim, vale a tentativa por diminuir a maior parte do trabalho desse prato. Sobre o sabor, Lucas disse que ficou ótimo, mas achou que se a berinjela fosse um pouco mais fina o sabor ficaria mais equilibrado com a pasta (tá, ele não falou com essas palavras, mas quis dizer isso :P). Eu achei a mesma coisa, mesmo tendo cortado em cinco partes e não em quatro como diz a receita. Talvez a berinjela que eu usei tenha sido muito grande… Mas ficou gostoso 😀

Quando eu vi a receita da salada de lentilha, eu pensei que a parte de fritar as cebolas seria super trabalhosa. Mas até que não foi, heim? Depois que o óleo esquenta elas douram rapidinho e você só tem que se ligar pra não sair de perto do fogão e queimar tudo! Além disso, nada querer colocar todas as cebolas de uma vez, pq vai ficar mais difícil separar as que estão prontas das que ainda ficam mais tempo fritando. O sabor da salada ficou incrível! O docinho característico da lentilha, mas o açúcar usado no molho ficou bem suave, mas fez toda a diferença. Além disso, como a lentilha não cozinha muito (ela deve estar al dente), a textura fica diferente do usual e maravilhosa. Como eu não tinha queijo feta (nem nunca tive :P), usei pedaços de ricota e ficou ótimo, combinou muito. As cebolas bem docinhas e quase caramelizadas também ajudaram pra tornar essa receita uma candidata a presença contante na nossa mesa daqui por diante.

Por fim, tivemos a salada fria de camarão à moda Cajun sobre uma caminha de folhas de alface. Camarão é camarão, né? Difícil de errar 😛 Mas esse realmente ficou uma delícia, o tempo que ele fica na geladeira deixou o tempero bem marcante e o fato de dourar apenas um minutinho de cada lado deixa o preparo bem prático. Só um aviso: Ele fica bem picantezinho! Pelo menos por meu gosto, que não aguento nada de pimentas 😛

Por hoje é isso pessoal! Beijos!

10 comentários sobre “Dia de feira!

Sou toda ouvidos!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s