Samba do crioulo doido

Hoje o cardápio foi de uma misturada só 😛

Teve medalhão de ricota (do livro “A conversa chegou na cozinha” da Rita do Panelinha) pra combinar com a única receita de ervilha seca que eu achei e que não fosse sopa (nunca tinha feito nada com ervilha seca e nem sabia que existia pra falar a verdade :P) e ainda o arroz de sempre pra acompanhar. Pra completar, eu achei que a porção de ervilha indicada na receita foi muito pouco pro almoço e acabei fazendo também uma farofa meio miada com couve (tenho nem coragi de colocar foto) :O

Ah! Ia esquecendo, ainda teve salada hahahaha

Enfim, as receitas foram essas:

Medalhões de ricota para outra Elisabeth 

 


Ingredientes

1 xícara (chá) de trigo para quibe

1 xícara (chá) de ricota

½ xícara (chá) de queijo parmesão

1 colher (sopa) de salsinha picada

1 colher (sopa) de hortelã picada

2 gemas

1 colher (sopa) de cebola

noz-moscada a gosto

sal a gosto

1 colher (sopa) de azeite de oliva

Modo de preparo

1. Numa tigela, coloque o trigo e cubra com o dobro de água (ou seja, duas xícaras – acho que da primeira vez que eu fiz monguei e coloquei só uma – :s não sei como eu fiquei em dúvida do que era “o dobro” – e o trigo chupou tudinho em 10 minutos :). Deixe hidratar por 30 minutos. Escorra a água e aperte o trigo com as mãos para extrair todo o líquido.

2. Com um garfinho, amasse bem a ricota (no livro ela diz que o ideal é passar pela peneira pra ficar bem fininho). Misture ao trigo hidratado. Junte também o parmesão, a salsinha, a hortelã, as gemas, a cebola e tempere com noz-moscada e sal.

3. Com as mãos, faça 6 medalhões de cerca de 7 cm de diâmetro e 1,5 cm de altura. Transfira-os para uma assadeira, cubra com filme e leve à geladeira até a hora do jantar (isso serve também pra eles ficarem mais firminhos, eu acho).

4. Preaqueça o forno a 180ºC (temperatura média). Leve uma frigideira antiaderente (que caiba 3 medalhões com folga) ao fogo médio. Coloque metade do azeite e, quando estiver quente, doure 3 medalhões dos dois lados. Transfira os medalhões para uma assadeira e leve ao forno preaquecido, apenas não esfriar enquanto prepara os outros 3 medalhões (eu não fiz essa etapa, mas é verdade que eles ficam mais gostosos quentinhos).

Ervilha seca refogada

Ingredientes

  • 1 xícara de ervilha seca (deixada de molho 40 minutos antes – eu deixei umas duas horas e mesmo assim não botei fé que ficaria cozido só com o refogado)
  • ½ xícara de tomate sem semente picado
  • ½ xícara de coentro fresco picado
  • 1 colher de chá de açafrão (usei curry)
  • 1 colher de café de páprica doce (usei picante)
  • ½ colher de sobremesa de sal
  • 3 colheres de sopa de shoyo
  • 5 colheres de sopa de óleo ou azeite (usei só 3)

Preparação

Aquecer o óleo em uma panela e refogar o coentro, o açafrão, o tomate e a páprica. Após 5 minutos, adicionar a ervilha escorrida.

Mexer tudo muito bem e acrescentar o shoyo.

Deixar a panela destampada por 15 minutos (não se esqueça de mexer de vez em quando! O meu quase queimava :S).

Passar a ervilha para uma travessa e servir quente.

XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

Então, como eu disse ali em cima, essa foi a segunda vez que eu fiz esses medalhões de ricota. Bom, Lucas gostou tanto que já comeu o único que sobrou agora no jantar 😛

O sabor é ótimo, fica super leve, é fácil de fazer (você pode até fazer na noite anterior e só deixar a parte de dourar pra hora do almoço) e dá a sensação de que tá substituindo a carne 😉 Recomendo! Ah! E se você for fazer muitos, vale a pena seguir a dica de manter os que ficam prontos primeiro no forno.

A ervilha seca foi uma grata surpresa (e eu falando feito coroa ^^). Eu substituí o açafrão pelo curry que eu tinha aqui em casa, simplesmente pela semelhança de cores. Nunca comi açafrão e não sei com quê se parece, só vi em potinhos no supermercado. A páprica também só comi a picante até hoje, então não sei se tem grande diferença. Enfim, tudo isso pra dizer que ficou ótimo! Eu tinha comido um grãozinho logo depois de deixar de molho e detestado. Dãn! Com o refogado (e cozida!) ela ficou mesmo muito boa e o curry deu um toque picante também. A única coisa é que pra algumas pessoas esse tempo de molho pode não ser o suficiente. A ervilha ficou cozida, mas bem “al dente”, um pouquinho de nada demais. Lucas adorou desse jeito e eu gostei também, mas na próxima vez acho que vou cozinhar ela sozinha uns 5 minutos antes de refogar.

Bon appetit! 😀

3 comentários sobre “Samba do crioulo doido

  1. tatu, linda! esse teu cafofo ta chiquerrimo! 😀

    Quero fazer essa receita do medalhao de ricota! mas aqui so tem ricota em creme :S vou tentar regular na gema, mudar a quantidade de farinha e colocar um queijinho branco mais consistente..bora ver como vai ficar 😛 por sinal, eu ja usava essa farinha e nao sabia ahahahha ja ouvisse falar de bulgur? http://cozinhaturca.blogspot.de/2006/10/glossrio.html pra mim eh uma otima substituicao para o arroz, uma delicia com currys, cranberries e queijo de cabra, vegetais misturadinhos com feijao preto e oq vier a sua imaginacao! ai essa farinha de kibe, eh na verdade a farinha desse bulgur! por sinal ja tinha comprado essa belezinha por engano, e tava usando como bulgur 😛

    eh mt bom cozinhar sem carne, neh? aprender novas receitas e usar a criatividade para dar um toque pessoal a pratos que antes nunca passariam pela sua cabeca!

    um beijo grande e continue assim, comendo e vivendo mt bem 🙂

    • Mariiiii!!!! 😀
      Tu que é linda!! Brigada pelo coments elogioso 😉
      Que doidêra que não tem ricota em barra aí =/ Faz essa tua versão e me avisa como ficou, aí eu atualizo o post com esse outro jeito de fazer – e começam as tuas participações aqui!
      Nunca tinha ouvido falar desse negócio não, mas pela foto que eu vi, a farinha daqui é ainda mais fina do que eles chamaram de grão fino lá e mais escurinha. Deve ser a que eles chamaram de “bulgur de granulado muito fino de cor castanha” 😀 Também nunca vi dessa versão maior pra vender aqui não, vou ver se encontro nas Casas Pedro, que vendem tabule, tarrine e todas essas coisas. Esse teu “arroz” tu faz com o bulgur maiorzinho né?
      Enfim, tô adorando essa minha cozinha nova 😀

      beijooo, mari!! ❤

Sou toda ouvidos!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s