Mal-acostumada =/

Como esposa de músico chato, eu tô aprendendo que comida é que nem música: quando você se acostuma com uma qualidade ótima de som, não dá mais pra curtir as caixinhas de som do computador. Essa semana eu descobri o molho de tomate feito em casa. E descobri que nunca mais a Arisco vai ver a cor do meu dinheirinho! hahahaha

Meu jesui! É tipo, muuuito diferente! Muito mais gostoso! Com uma textura muito melhor! E com gosto de tomate!! Sério, pirei nesse molho 😛 Já fiz duas vezes.

Essa receita é do chef do Fasano, o Salvatore Loi, e eu vi em um dos episódios do “Rita, Help!”. Eu fiz o molho pra acompanhar um macarrão do tipo gravatinha.

Macarrão gravatinha com Molho de tomate Fasano (serviu 3 pessoas)

Para o molho de tomate:

Ingredientes

300 g de tomate italiano sem pele (1 lata diz que tem 240 g drenado, mas é suficiente)

300 g de tomate fresco, sem pele e cortado em cubos (conheço dois métodos pra tirar a pele do tomate, um tá na próxima receita e outro mais embaixo)

15 folhas de manjericão

6 colheres (sopa) de azeite (uma das vezes que eu fiz, usei 3 colheres de margarina (não uso mais margarina em nada, desde qnd descobri o quanto é ruim) e 3 de azeite – ele só chegou quase na hora de servir :P)

1 pitada de açúcar (generosa!)

1/2 colher (chá) de sal

1 pitada de pimenta-do-reino moída na hora

Modo de Preparo

1. Numa frigideira, aqueça 3 colheres (sopa) de azeite. Junte metade do manjericão e deixe fritar por 2 minutos. Acrescente o tomate pelado (sem o líquido da lata) e os cubos de tomate fresco. Tempere com o sal, uma pitada de pimenta-do-reino e de açúcar. Deixe cozinhar por 6 minutos.

2. No liquidificador, bata o molho e volte-o para a panela, passando por uma peneira grossa (não passei pela peneira, gosto da textura mais grossinha). Acrescente o restante do azeite e do manjericão.

3. Na hora de servir, esquente o molho. Espalhe no fundo do prato, coloque a massa e mais molho por cima. Decore com manjericão e sirva.

Para o macarrão:

Ingredientes:

300 g de macarrão

2 l de água

1 colher (sopa) de sal

Modo de Preparo

1. Depois que o molho estiver pronto, leve uma panela com a água e o sal ao fogo alto.

2. Quando a água ferver, coloque o macarrão e deixe cozinhar de acordo com o tempo nas instruções da embalagem (ele deve ficar al dente, ok? Nada de macarrão molenga!).

3. Escorra a água do macarrão e sirva imediatamente. Não enxágüe a massa, peloamordedeus!

Carpaccio de Berinjela

Ingredientes (fiz só metade, com a berinjela que tinha sobrado na minha catação)

2 berinjelas

2 tomates (no final achei meio pouco um tomate só e completei com uns 3 tomatinhos cereja)

1/2 xícara (chá) de folhas de manjericão fresco (isso eu fiz no olho, mas foi um montinho)

azeite , o quanto baste

2 colheres (sopa) de alcaparras (eu dou uma lavadinha antes, pra diminuir o sal)

suco de 1 limão

sal e pimenta-do-reino a gosto

Modo de Preparo

1. Comece pelando os tomates. Para tirar a pele deles, corte um X na base de cada um, coloque numa panela com água fervendo, até a pele começar a enrugar; retire e mergulhe numa tigela com gelo para dar um choque térmico e cessar o cozimento; a partir do X, retire a pele, como se fossem quatro folhas. Corte os tomates na metade, horizontalmente, e retire as sementes (não enxague o tomate, a água pode tirar as últimas sementes, mas leva junto parte do sabor). Apóie as metades numa tabua, aperte com a palma da mão, e corte as metades planas em cubinhos. (Lendo, o método pode parecer trabalhoso, mas é bem simples de ser feito.)

2. Corte as berinjelas em rodelas muito finas (se quiser utilize um cortador de frios). Lave as folhas de manjericão e deixe escorrer para que fiquem sequinhas. Reserve. (eu comecei a corta com o ralador e terminei com uma faquinha afiada. Eu fiz isso no dia anterior e guardei na geladeira em um potinho com água, pra diminuir o gosto forte da berinjela. Talvez por isso a minha berinjela ficou bem mais escura que a que tem na foto da receita original..)

3. Leve uma frigideira antiaderente ao fogo baixo. Quando estiver quente, espalhe um pouquinho de azeite com um pincel e coloque fatias de berinjela, uma ao lado da outra, até completar o fundo da frigideira. Tempere com sal e pimenta-do-reino. Deixe dourar por 2 minutos. Vire e deixe dourar o outro lado. Transfira para um prato. Repita o procedimento com todas as outras rodelas.

4. Distribua as rodelas de berinjela em dois pratos (como fiz metade, usei um só), formando uma escama. Por cima, coloque o tomate picado, as alcaparras e as folhas de manjericão. Regue com o azeite de oliva, com o suco de limão e sirva a seguir, em temperatura ambiente.

XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

Sabe aquelas comidas que ecoam na memória? Pois bem. Eu fui cochilar depois do almoço pensando no macarrão, Lucas acordou depois do cochilo falando nele, quando tava escrevendo o post tava lembrando o gosto dele… hum…

O macarrão ficou perfeito. Só. O molho ficou incrível, o macarrão no ponto. Chorei. Mentira hahahahaha

Deixa eu só fazer umas observações, que aprendi com um amigo nosso italiano e comprovei com essa receita:

1. Macarrão pra ficar bom de verdade tem que estar al dente. Com o macarrão molenga, o molho não pega direito, a digestão não é boa e o gosto fica comprometido.

2. Pelo amor de Deus, não coloque óleo nenhum na água do macarrão!! Colocar o macarrão somente com a água fervendo bem e já com o sal já é o suficiente pra não agarrar! E o óleo não deixa o molho ficar agarradinho com o macarrão, como deve ser.

3. Faça o molho antes do macarrão ficar pronto. Por exemplo, quando todos os ingredientes do molho estiverem prontos e separadinhos, coloquem a água do macarrão pra ferver. Se o macarrão ficar pronto antes da hora, esperando no escorredor, ele vai grudar todo e virar um bolo disforme – já fiz muito isso 😛 Quando faltar um minuto pro macarrão ficar pronto, esquente o molho se for preciso, e sirva imediatamente. O gosto e a textura são completamente diferentes.

Claro, você pode fazer tudo diferente. hahahaha. Mas a avaliação que eu fiz (macarrão perfeito etc) foi levando em conta tudo isso, ok? Não me responsabilize se fizer diferente 😛

E, sim! O carpaccio de berinjela também ficou ótimo! hehehe Mas o macarrão marcou tanto, que eu me empolguei mais com ele 😛

Bon Appetit!

 

Atualização:

Esqueci de colocar o outro jeito de tirar a pele do tomate!! Mas quem leu o post deve ter visto no vídeo do Gustavo 😉 É só colocar o tomate pra esquentar direto na chama do fogão (com um garfo!), até a pele começar a enrugar. É preciso ir girando pra poder enrugar de todos os lados e, depois, é só puxar que a pele sai facilmente 😀

Segunda atualização: pra deixar a receita mais acessível (tomate pelado pode ser difícil de encontrar ou muito caro em algumas “bandas”), você pode apostar no extrato de tomate. Nesse caso, aumente a quantidade de tomate fresco e use um extrato de boa qualidade – eu uso o do elefantinho, sem aditivos e com ótima textura.

4 comentários sobre “Mal-acostumada =/

Sou toda ouvidos!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s