De roupa nova

Pra mim, umas das melhores coisas de aprender a cozinhar é descobrir sabores novos. Descobrir um ingrediente novo, uma mistura de sabores que você não sabia que dava certo, um jeito novo de preparar uma comida que lhe acompanha desde criança. Coisas simples que despertam novas sensações. Foi o caso de hoje. E foi uma delícia, viu? E acabou deixando um gostinho de quero mucho mais.

Abóbora assada em cubos com pasta de ricota


Ingredientes (fiz metade da receita, só era o que eu tinha de abóbora =/)

1 kg de abóbora japonesa cortada em cubos

4 ramos de alecrim (4 ramões, 4 raminhos? botei a gosto :P)

6 dentes de alho

1/2 xícara (chá) de azeite

sal e pimenta-do-reino moída na hora a gosto

400 g de ricota fresca

Modo de Preparo:

1. Preaqueça o forno a 180 °C (temperatura média).

2. Lave os raminhos de alecrim sob água corrente. Descasque os dentes de alho.

3. Caso a abóbora não tenha sido comprada já cortada, depois de lavar, numa tábua, corte a abóbora em fatias grossas e as fatias, em cubos de cerca de 3 cm. Se quiser, você pode manter a casca. Ela fica macia e saborosa depois de assada. Caso contrário, é mais fácil de retirar com uma faquinha depois de cortar os cubos.

4. Num refratário, disponha os cubos de abóbora e os dentes de alho inteiros (eu descasco os alhos com a técnica de amassar eles com a faca primeiro, então eles já tavam meio amassados e eu achei melhor). Retire as folhas de alecrim do ramo e polvilhe sobre os cubos. Regue com o azeite e tempere com sal e pimenta-do-reino moída na hora a gosto. Misture bem (não sei de onde saiu esse “misture bem”, é só colocar e pronto, nada de ficar sacolejando a assadeira!).

5. Leve ao forno por cerca de 1h20 ou até que a abóbora fique macia e bem dourada (levei por uma hora e poderia ter sido um pouco menos. A abóbora ficou super macia, mas os pedacinhos de casca, que eu tinha deixado pra testar, tostaram. Mesmo assim não sobrou nada..).

6. Na hora de servir, tempere a ricota com sal e um fio de azeite. Se quiser, decore cada prato com mais um raminho de alecrim e regue com um fio de azeite, como na apresentação da foto (Nessa hora a minha garrafa de azeite nasceu, então eu usei um molho do dia anterior com azeite, limão e orégano e ficou ótimo).

Salada de feijão fradinho

Ingredientes

1 ½ xícara (chá) de feijão fradinho cru

1 litro de água

1 xícara (chá) de tomate cereja cortado em 4 partes

1 cebola roxa cortada em cubos pequenos (eu usei a branca, mas tirei o ardor com água quente)

2 colheres (sopa) de salsinha picada

Molho:

2 colheres (sopa) de suco de limão Tahiti

½ xícara (chá) de azeite extra virgem

Sal e pimenta do reino moída na hora

Modo de Preparo:

1. Ferva 1 litro de água e coloque os feijões de molho nesta água por 30 minutos.

2. Escorra a água e leve o feijão para uma panela. Coloque água até cobrir e cozinhe por 30 minutos ou até que os graõs estejam macios, sem desmanchar.

3. Com o feijão ainda morno, misture todos os ingredientes (eu preparei o feijão no dia anterior e esquentei de novo na hora).

4. Tempere com sal e pimenta e leve para gelar por no mínimo 1 hora antes de servir.

XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

Bom, a abóbora (Meus conterrâneos não me critiquem! Depois de 2 anos escutando todo mundo falar abóbora na feira, no supermercado, nos restaurantes e em todas as receitas, fica difícil falar em jerimum =o).  Ficou divina! Tudo ficou bom, minha gente! Começando pelo cheiro que vai tomando conta da casa na hora que ela tá no forno, depois o docinho incrível com aroma de alecrim, a surpresa de um alho que não se sobrepõe a todo o resto e o azedinho gostoso no tempero da ricota. Simplesmente maravilhoso. E acabou voando! Essa abóbora é a mesma que eu usei na receita de Mac’n’cheese adaptada, mas ela como atração principal arrancou muitos suspiros 🙂

O feijão nosso de cada dia também recebeu roupa nova: virou salada fria! Mas na moral? Ficou muito parecido com o nosso arrumadinho – só que sem farinha e sem carne. Ou seja, ficou ótimo, mas foi como se só tivesse colocado um acessório novo e não a roupa toda 😀

Na minha salada eu acho que deixei cozinhar o feijão um pouco demais, já que eu ainda ia esquentar no outro dia, então ele ficou meio feiosinho na foto. Mas na hora de comer ficou uma textura ótima, então tudo bem.

Bon Appetit! 

3 comentários sobre “De roupa nova

Sou toda ouvidos!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s