Dicas para preparar o cardápio semanal

Algum leitor mais atencioso já percebeu que na volta das minhas postagens eu criei um espacinho aqui no blog pra listar blogs e sites que eu acompanho que não são de receitas ou culinária, mas que de alguma forma tem dicas que ajudam a cozinhar e comer melhor. Um desses é o Vida Organizada. Eu certamente não aproveito muito as dicas que ela dá sobre dieta e alimentação  – até mesmo porque na casa dela se come bastante carne e poucos grãos –, mas os textos para “organizar” a alimentação têm dicas valiosas (além de todas as  outras dicas de organização da casa e da vida em geral que não cabem tanto aqui, mas que são maravilhosas e têm me ajudado muito – vou falar delas em posts futuros).

Uma sugestão recorrente da Thaís é o planejamento do menu semanal – coisa que eu já fazia e acho essencial para o dia-a-dia. Quando você planeja as refeições para toda a semana em um momento específico, você tem diversas vantagens (potenciais) e as mais básicas são:

* Economia de tempo – você não precisa pensar a cada dia sobre o que vai fazer, já na hora da preparação e quando a criatividade está bem longe, e se dar conta de que não tem os ingredientes necessários, sair pra comprar, procurar a receita, pra finalmente começar a cozinhar;

* Economia de dinheiro – você pode preparar as listas de compras com mais facilidade e precisão, de acordo com o que você vai cozinhar aquela semana, e se ater a ela. Com isso você reduz compras desnecessárias ou exageradas e as idas frequentes ao “antro das tentações” (vulgo supermercado);

* Menos desperdício de comidas – como o planejamento, você vai comprar aquilo que realmente vai utilizar na semana e mesmo priorizar os itens que já tem em casa e estão perto da validade, além de poder aprender mais sobre as quantidades necessárias pra sua família. Com isso a quantidade de comida que vai pro lixo porque estragou ou passou da validade diminui drasticamente;

* Refeições mais saudáveis – como você vai conseguir ter uma visão mais geral da semana, é mais fácil pensar no equilíbrio das refeições e perceber exageros tradicionais que se escondem no “só hoje a gente pode pedir pizza”. Você pode valorizar a diversidade ao longo da semana e pensar em alternativas para não cair no arroz com feijão a semana inteira e estimular a entrada de novos sabores no cardápio da família. Pra quem trabalha fora, uma vantagem extra é pensar em refeições que possam ser feitas em maior quantidade para levar ao trabalho e fugir do restaurante nosso de todo dia – que também faz um belo estrago no bolso.

* Menos preguiça de cozinhar – o que leva às três vantagens anteriores! Você não fica desestimulado/a por não saber o que fazer e resolve pedir uma pizza 🙂

Mas voltando ao vida organizada, em um dos posts sobre o planejamento do menu semanal, eu vi um comentário de uma leitora sobre uma técnica pra ajudar na escolha do cardápio com rapidez e quis compartilhar aqui no blog (com pequenas alterações).

  1. Pegue vários cartões com tamanho suficiente para escrever uma receita. Você pode cortar papel ofício em 2 ou 4 ou uma cartolina ou outro tipo de papel, tanto faz. Uma boa opção é usar cartões de 3 cores diferentes;
  2. Se você estiver usando cartões de cores diferentes, escolha uma delas para representar o prato principal, outra para o acompanhamento 1 e outra para o acompanhamento 2. Se estiver usando cartões de apenas uma cor, escreva na parte superior de 1/3 deles a letra “P” (prato principal), em outro 1/3 a sigla “A1” (acompanhamento 1) e em outro 1/3 a sigla “A2” (acompanhamento 2).
  3. Nas fichas com a letra “P” ou da cor que representa o prato principal, escreva o título da receita dos seus pratos principais favoritos e, abaixo, liste todos os ingredientes que utilizará, já com a quantidade certa, para fazê-la. Uma ótima dica que a leitora deu também foi a de anotar onde está a receita (é de algum livro, site, revista? Anote para não ter que procurar no dia que for preparar o prato). Faça o mesmo nas fichas marcadas com a sigla “A1” e “A2”.
  4. No dia em que for planejar o menu semanal, pegue todas as fichas. Separe as de prato principal das de acompanhamento. Escolha 7 receitas entre as fichas de prato principal para aquela semana e combine com 7 receitas de acompanhamento 1 e 7 receitas de acompanhamento 2. Pronto, está feito o menu semanal! Coloque as fichas com as receitas escolhidas num local fácil de achar na hora de cozinhar, já que lá vão estar todas as informações que você precisa.
  5. Faça a lista de compras com os ingredientes que terá que comprar, de acordo com todas as receitas que escolheu fazer.

Quem não gosta de ter as refeições da semana todas programadinhas não precisa deixar tudo ao Deus dará! A Thaís contou que na casa dela, eles programam as refeições pra uma semana, mas sem data certa pra cada uma – fazem o que estão com mais vontade no dia, mas escolhem somente entre as 7 opções e garantem que os ingredientes vão estar na despensa.

Uma última boa dica da leitora que colocou esse comentário no post é colocar nos primeiros dias do menu os pratos que usam ingredientes que estragam rápido (algumas verduras e laticínios, por exemplo). Receitas com ingredientes que podem ser armazenados por mais tempo podem ser colocadas nos últimos dias do cardápio.

Espero que essa dica seja útil pra vocês! E que, de qualquer forma, comecem a planejar o menu semanal 😀

Enjoy!

Um comentário sobre “Dicas para preparar o cardápio semanal

Sou toda ouvidos!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s