De frescuras famosas e seus porquês I

Começando com a diferença que se mostrou mais chocante nas minhas experiências recentes: caldo industrializado X caldo caseiro.

Dia desses publiquei uma imagem do Fechando o Zíper no Facebook: um rótulo daqueles temperos prontos pra arroz. Gente, como esses temperos prontos fazem mal! Todos eles! São cheios de sódio, aromatizantes e não sei quantos antes que acabam com a nossa saúde. E nem são gostosos =/ A artificialidade pula na nossa língua sem descaramento! Ou como diria minha diva, Rita, “Não faz sentido usar tempero pronto. É melhor usar água, uma cebola e um dente de alho”.

Não é exagero. Esse tipo de produto acaba com o sabor da comida e com o nosso paladar. Fica tudo tão igual. E ruim, não tem pra onde.

Pro caldo de vegetais existe uma preparação clássica. Ela usa o chamado mirepoix – chique, né? Descobri em um aplicativo da Top Chef University que eu tenho 😛 O mirepoix é formado pelo trio de cenoura, cebola e salsão (aipo em alguns lugares). A receita completa é essa aqui:

Caldo rápido de vegetais

Caldo de vegetais

Ingredientes

2 xícaras (chá) de cebola

1 xícara (chá) de cenoura

1 xícara (chá) de salsão

1 folha de louro

3 ramos de salsinha

1 ramo de tomilho (sempro uso seco, mas funciona)

3 cravos

1 colher (chá) de pimenta-do-reino em grãos

Modo de preparo

  1. Coloque todos os ingredientes em uma panela* junto com 2 litros de água e leve ao fogo alto até ferver.
  2. Abaixe o fogo para o mínimo e deixe cozinhar por 30 minutos com a panela tampada.
  3. Passe por uma peneira fina e o caldo está pronto. Pode ser guardado por 3 dias na geladeira ou até 3 meses no congelador/freezer.
  4. É melhor não colocar sal no caldo, deixe pra depois quando for usar em alguma receita.

XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

É simplesmente INCRÍVEL a diferença que faz usar caldo caseiro nas receitas. No feijão, nas sopas, no risoto então… nem se fala! Por favor, façam pelo menos uma vez e vcs vão ver como é tão mais saboroso. E é ridículo de fácil de fazer, né? Corta tudo e joga na panela!

Claro que você pode incrementar com várias outras coisas. Eu já comentei no post do feijão que gosto de colocar as folhas que iriam pro lixo – de couve-flor, alho-poró etc. Falando em alho-poró, no meu caldo eu não uso salsão (nunca acho pra comprar, e isso é bem frustrante =/), eu substituo pela parte verde do alho-poró e um pedaço da parte branca (mais nobre). Tem funcionado muito bem, tá? Você pode usar também cebola roxa, cogumelos, cebolinha, manjericão… o que quiser! Você também pode refogar ou assar os legumes no forno antes de colocar tudo na panela, tudo depende da sua vontade e boa disposição. Só não deixem de experimentar, heim?

* Ah!! Outra coisa chique que vi no meu aplicativo hihihihi As ervas podem ir amarradinhas em barbante para cozinhar ou em um paninho tipo gaze e formam o bouquet garni 😉

Bon Appétit!

Sou toda ouvidos!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s