De origens e humanidade

“Ô Ana, mas homus não é aquilo que a gente faz com minhoca?” E é, tia Rosa? Mas é comida também, pastinha de grão-de-bico! E acho que vem tudo do mesmo canto: da mesma raiz de humanidade. De solo, de base. Será? E de grão-de-bico 🙂 Só que pra falar o nome completinho, fica homus tahine ou musabbaha. (Na verdade, o negócio com minhoca é húmus ;))

Eu nem acredito que eu nunca falei sobre o Homus (ou Hommos) aqui! Gente, como eu amo esse negócio!

Homus

Homus

Ingredientes

1 xícara (chá) de grão-de-bico

suco de 1 limão

2 dentes de alho descascados

4 colheres (sopa) de tahine

1 colher (chá) de sal

azeite a gosto

páprica a gosto

Modo de preparo

1. Coloque o grão-de-bico numa tigela e cubra com água. Deixe de molho por 12 horas com 1 colher (café) de bicarbonato de sódio.

2. Escorra a água do molho e transfira os grãos para uma panela grande. Cubra os grãos com 1 litro de água.

3. Leve a panela ao fogo alto e deixe cozinhar por aproximadamente 50 minutos ou até ficar macio, mas tome cuidado para não deixar desmanchar.

4. Quando o grão-de-bico estiver cozido, retire do fogo. Escorra a água, mas não toda. Uma parte dela será usada para bater os grãos.

5. Retire as cascas dos grãos com as mãos e despreze-as.

6. No processador de alimentos, bata o grão-de-bico descascado, o alho, o suco de limão e o tahine. Tempere com sal e pimenta-do-reino moída. Adicione a água do cozimento aos poucos e bata até obter uma pasta homogênea. O ponto deve ser o de um patê grosso.

7. Retire o homus do processador, coloque num prato. Se quiser, acrescente azeite sobre a pasta ou decore com páprica picante. Sirva com pão sírio.

XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

Quer coisa mais prática? E deliciosa? Tem não! Hum… inclusive vou colocar a tag de descobertas deliciosas nesse post 😀

Ixe, e agora escrevendo não é que eu lembrei que ainda não coloquei aqui a receita da piadina também?! Um pecado :O Pq é o seguinte, a combinação mais perfeita que já comi é piadina, com homus e umas folhinhas de agrião. Sério, vou pro céu. Não consigo parar de “cantar” (leia-se “humm, hummm, hummm”) enquanto tô mastigando, é uma coisa até engraçada 😛

Deu pra entender o quanto eu gosto né? E ainda é uma coisa mais fácil do mundo de fazer. É uma ótima opção pra substituir qualquer pastinha, creme ou manteiguinha que vc use na bolacha. Além de ser saudável, forte e rico em magnésio (que aumenta a sensação de saciedade ^^). Grão-de-bico, seu lindo, versatilidade a gente vê por aqui!

Como será que se diz bom apetite em libanês? 🙂

4 comentários sobre “De origens e humanidade

    • Oi Aline!
      Nunca vi nenhuma receita sem usar o tahine e ele é realmente o que faz uma pastinha macia e delícia.
      Mas vende lá na Casas Pedro e dura uma eternidade (vários meses), então tu pode comprar qualquer quantidade e estocar, sem perigo de estragar ou passar da validade. O único perigo é que toda vez que vou (ia) na Casas Pedro não conseguia mais sair, de tão maravilhoso que é lá 😀

      Faz e me diz!!

      Beijos :*

Sou toda ouvidos!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s